CIM-RS: a informação a seu alcance

25/07/2013

Pergunte ao CIM-RS: uso prolongado de sene



Prisão de ventre e intestino preso são os nomes populares pelos quais é conhecida a constipação intestinal, um distúrbio caracterizado pela dificuldade persistente para evacuar. Em adultos, a constipação associa-se a outras comorbidades (doenças neurológicas, psiquiátricas, proctológicas, endócrinas e metabólicas), ao uso de medicamentos com propriedades anticolinérgicas, dieta pobre em fibras, hidratação insuficiente e sedentarismo, sendo mais frequente em mulheres e idosos.
Muitas pessoas podem associar a irregularidade intestinal como uma condição de doença por considerarem uma defecação diária a uma condição de saúde. É preciso considerar, entretanto, que não existe um padrão rígido para classificar a frequência normal de funcionamento dos intestinos, que pode variar de 3 a 12 vezes por semana. Considera-se um quadro típico de constipação, quando ocorrem duas ou menos evacuações por semana e/ou o esforço para evacuar é grande demais e pouco produtivo. O uso de laxantes facilmente se torna um hábito, pois após uma evacuação promovida por laxantes, podem passar-se vários dias sem evacuar. Assim o paciente acredita que está com prisão de ventre e volta a automedicar-se.
Embora somente uma pequena parcela dos indivíduos afetados procure atendimento médico, os custos de tratamento de constipação chegam a centenas de milhões de dólares por ano despendidos somente com laxativos de venda sem prescrição médica. Alternativas não farmacológicas para evitar e amenizar o quadro de constipação, como a ingestão regular de fibras e líquidos e a prática de exercícios físicos devem ser consideradas. Outras pessoas podem ainda preferir a administração de produtos de origem vegetal, por acreditarem que, por serem de origem natural, causam menos riscos a saúde. Nesse contexto, o “Pergunte ao CIM-RS” dessa semana traz a questão: “Quais as implicações do uso prolongado do chá de sene?”. Para conferir a resposta, clique aqui.


Como complemento, sugerimos a leitura do boletim AustralianPrescriber sobre o manejo da constipação em adultos que apresenta informações sobre os tipos de laxantes e as situações em que seu uso é adequado. O boletim Managing constipation in adults, pode ser conferido na íntegra clicando aqui.
Boa leitura,
Equipe CIM-RS

Nenhum comentário: