20 de mar de 2015

Suplementação de cálcio e o risco cardiovascular

         
Nos últimos anos, tem aumentado consideravelmente a prescrição de suplementos de cálcio, para pacientes com 50 anos ou mais, visando o tratamento ou a prevenção de doenças ósseas, em especial a osteoporose. Os comprovados benefícios de manutenção da estrutura óssea, o baixo custo e fácil obtenção fizeram com que seu uso se popularizasse e, por consequência, a prática da automedicação. Porém, o uso de suplementos em excesso e, muitas vezes, sem orientação adequada, pode trazer danos à saúde dos usuários, uma vez que estes são medicamentos, e como tais, oferecem riscos.

Desde os anos 60, tem sido sugerido que o cálcio teria um efeito protetor em alguns fatores de risco cardiovascular como colesterol, pressão arterial ou peso.  No entanto, estudos recentes têm levantado dúvidas sobre a segurança dos suplementos de cálcio a este respeito. Com o objetivo de apresentar dados sobre o risco cardiovascular de uso suplementos de cálcio e contrastá-los com os de sua eficácia para a prevenção de fraturas, foi realizada uma revisão dos estudos e revisões sistemáticas publicadas sobre o tema. O resultado desse trabalho foi apresentado no Boletín de Información Terapéutica de Navarra, intitulado Suplementos de calcio: ¿lo estamos haciendobien?. As conclusões do autor referem que o uso de suplementos de cálcio pode aumentar o risco cardiovascular. Uma metanálise de Mao PJ et al, concluiu que a suplementação de cálcio pode aumentar o risco de eventos cardiovasculares maiores, infarto  do miocárdio e AVC quando comparados a placebo nestes pacientes. De acordo com a análise de subgrupos, os homens parecem ter mais efeitos prejudiciais com a suplementação do cálcio do que as mulheres.
Os dados disponíveis sobre a suplementação de cálcio associada à vitamina D não são consistentes e, portanto, não permitiram concluir se a associação também pode aumentar o risco cardiovascular, mas que pode aumentar a incidência de cálculos renais.
Clique aqui para ler o boletim na íntegra e conferir as considerações sobre a eficácia dos suplementos de cálcio na prevenção de fraturas ósseas e sobre os riscos envolvidos com esse tipo de tratamento.

Boa leitura,
Equipe CIM-RS

Este material foi elaborado pela aluna de graduação em Farmácia Fabíola Misturini Dalarosa, e revisado pelas farmacêuticas Clarissa Ruaro Xavier e Tatiane da Silva Dal Pizzol.


Fontes:

1. GARJÓN, J. Suplementos de calcio: ¿lo estamos haciendobien? Boletín de InformaciónFarmacoterapéuticade Navarra, v.20, nº 3, maio-junho 2012.

2. Effect of calcium or vitamin D supplementation on vascular outcomes: a meta-analysis of randomized controlled trials, Int J Cardiol. 2013 Oct 30;169(2):106-11; Mao PJ et al.

Nenhum comentário: