16 de dez de 2016

Inibidores de Bomba de prótons e demência





Inibidores de bomba de prótons (IBP), como omeprazol, são amplamente utilizados, e frequentemente fazem parte da polifarmácia em idosos. Indicado para desordens gástricas, refluxo gastroesofágico e diferentes tipos de úlceras, IBP são normalmente associados a alta efetividade e efeitos adversos não muito frequentes ou graves, o que colabora para seu amplo consumo.1.
Entretanto, recentes estudos demonstram uma suposta ligação entre o uso de fármacos inibidores de bomba de prótons e problemas neurocognitivos, como demência2,3. Em meta-análise realizada em 2016, reunindo artigos que totalizaram mais de 100 mil participantes, foi encontrado um pequeno aumento no risco de demência em pacientes em uso de IBP, quando comparados a pacientes que não utilizavam esses medicamentos3.
Entre as possíveis explicações para este efeito, destaca-se a influência de IBP na degradação e acúmulo de peptídeo beta-amilóide, importante no desenvolvimento de Doença de Alzheimer, e problemas de absorção da vitamina  B12, importante  para o desenvolvimento e manutenção das funções do sistema nervoso4.
Visto o aumento de evidências demonstrando o efeito neurocognitivo de IBP, é recomendável uma análise mais profunda da possível relação causal entre IBP e demência. Aos prescritores, sugere-se maior cautela e monitoramento no uso dos IBP em idosos, visando o uso racional desses medicamentos.

Texto elaborado por Acad. Gustavo F Marcowich
Revisado por Farm. Prof. Tatiane da Silva dal Pizzol

REFERÊNCIAS

1.     Arai, AE. Uso crônico de fármacos inibidores de bomba de prótons: eficácia clínica e efeitos adversos. Disponível em: http://web.unifil.br/pergamum/vinculos/000004/0000041E.pdf Acessado em: 09/12/2016
2.     Gomm W. et al. Association of Proton Pump Inhibitors With Risk of Dementia: A Pharmacoepidemiological Claims Data Analysis. JAMA Neurol. 2016;73(4):410-416. doi:10.1001/jamaneurol.2015.4791.
3.     Wijarnpreecha K., Thongprayoon C., Panjawatanan P., Ungprasert P. Proton pump inhibitors and risk of dementia. Annals of Translational Medicine 2016 4:12 (1-6)

4.     Abraham NS. Proton pump inhibitors: potential adverse effects.Curr Opin Gastroenterol. 2012 Nov;28(6):615-20. doi: 10.1097/MOG.0b013e328358d5b9

Nenhum comentário: