28 de abr de 2014

Vacina contra o HPV: eficaz e segura?

A campanha de vacinação contra o HPV do Ministério da Saúde, realizada de 10 de março a 10 de abril de 2014, vacinou mais de 3 milhões de meninas de 11 a 13 anos, número que corresponde a 83% da meta estabelecida que é aplicar a vacina em 4,1 milhões de adolescentes nessa faixa etária até o final do ano. Em 2015 serão vacinadas adolescentes entre 9 e 11 anos e a partir de 2016 passam a ser imunizadas as meninas que completam 9 anos.

No entanto, algumas dúvidas quanto à eficácia da vacina são levantadas, uma vez que cerca de 80% das infecções por HPV é assintomática e auto-resolutiva, regredindo espontaneamente, sem desenvolver infecção com potencial para evoluir para o câncer. Além disso, já existe uma estratégia de prevenção contra o câncer de colo de útero representada pelo rastreamento de Papanicolaou, exame citopatológico que permite a detecção de formas precursoras do câncer antes que a doença se desenvolva. Ainda que a eficácia da vacina seja endossada pelo Ministério da Saúde, a vacinação não substitui a realização do exame preventivo.

Nesse contexto, a equipe do Telessaúde RS, um núcleo técnico-científico de qualificação dos profissionais da Estratégia Saúde da Família (ESF) por meio da oferta de teleconsultorias,  realizou uma avaliaçãocrítica sobre a vacina do HPV. O resultado dessa avaliação aponta que ainda não existem informações sobre a redução de mortalidade por câncer de colo de útero decorrente da aplicação da vacina, uma vez que a doença tem evolução muito lenta e os estudos não tiveram duração suficiente para demonstrar tais resultados. A avaliação crítica ainda aborda a segurança da vacina, considerando os eventos adversos relatados e a falta de informações sobre os benefícios da vacina em termos de proteção contra o câncer e sugere aguardar resultados de análises independentes de estudos mais bem delineados e realizados em locais onde a vacina está implantada há mais tempo.

A avaliação crítica sobre a vacina do HPV pode ser conferida na íntegra clicando aqui.

Boa leitura,
Equipe CIM-RS

Fontes:
- PORTAL BRASIL. Vacina contra HPV está disponível nos postos de saúde. Disponível em: http://www.brasil.gov.br/saude/2014/04/vacina-contra-hpv-esta-disponivel-nos-postos-de-saude. Acesso em: 24 abr. 2014.
- CASTRO FILHO, E.D. Avaliação Crítica da Vacina do HPV. Núcleo de Telessaúde Técnico-Científico do Rio Grande do Sul – TelessaúdeRS. Disponível em: file:///C:/Users/REC004/Downloads/Vacina%20HPV_TelessaudeRS%20(1).pdf. Acesso em: 24 abr. 2014.
- Boletim Brasileiro de Avaliação de Tecnologias em Saúde – BRATS. Câncer de colo de útero: a vacina para prevenção do HPV e o desafio para a melhoria da qualidade do rastreamento no Brasil. Ano VI nº 17 | Dezembro de 2011.

Nenhum comentário: